Ministério do Trabalho suspende temporariamente a emissão de CTPS em quase todo o Estado de Minas Gerais  

Está em funcionamento desde o início de abril deste ano a emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) na Casa do Cidadão da Câmara dos Vereadores de Extrema/MG. Além da CTPS, também são oferecidos gratuitamente os serviços da Junta do Serviço Militar (JSM).

Para dar maior agilidade ao processo de atendimento ao cidadão, dificultar rasuras, evitar fraudes contra o Seguro-Desemprego, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e os benefícios previdenciários, a CTPS passou a ser confeccionada em material sintético e plástico autoadesivo. “O procedimento é necessário para a instalação da nova versão CTPS Web 3.0 do sistema informatizado e novas tecnologias. A atualização ocorre em quase todo o Estado de Minas Gerais e por isso o serviço foi suspenso temporariamente pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTB). A suspensão começou na segunda-feira, 6/06”, disse João Batista da Silva, responsável pelo setor de Extrema.

Ele explica que a nova carteira é mais segura, confeccionada em material mais resistente que o usado no modelo anterior. “É um papel de segurança e traz plástico inviolável que protege as informações relacionadas à identificação profissional e à qualificação civil do indivíduo – os dados mais visados por falsificadores. Todas as informações pessoais do trabalhador e sua fotografia – com assinatura digital –, são impressas na carteira no momento da emissão. Na carteira manual (antiga), as informações eram preenchidas à mão”, ressaltou João Batista.

O MTB implementou em todo o Brasil o processo em 2011 e, em muitas cidades da região sul-mineira, o sistema ainda caminha para a sua atualização, como em Itapeva e Camanducaia por exemplo. (Fonte: ASCOM / Câmara Municipal de Extrema/ Por Léo Demeter – Jornalista Mtb 13.896 MG)

011