Governo de Minas atende pedido de ‘Juninho’ para a abertura de mais turmas noturnas do ensino médio no município

O presidente da Câmara de Extrema/MG, vereador Edvaldo de Souza Santos Junior – “Juninho” – recebeu da Superintendência Regional de Ensino de Pouso Alegre um ofício sinalizando, positivamente, a abertura de novas turmas para o período noturno nos 1º e 2º anos do ensino médio. A Superintendência adiantou que a extensão do horário escolar, obedecendo ao disposto no art. 3º da SEE (Secretaria Estadual de Ensino) nº 2.741/2015, será apresentada ao Plano de Atendimento Escolar 2015/2016.

MAIS AULAS – No dia 10 de abril deste ano, Juninho encaminhou um Ofício à diretora da SER, Sra. Andréa Silva Adão Reis. No documento, o presidente do Legislativo explica que devido ao crescimento expressivo do município, aumentou-se gradativamente a demanda de estudantes em Extrema. “O progresso trouxe consigo muitas empresas e, logicamente, a necessidade de se aprimorar nos estudos. Para isso muitos jovens e adolescentes precisam concluir os estudos. Em inúmeros casos a pessoa precisa trabalhar durante o dia e não consegue uma vaga no período noturno. A proposta vem de encontro a essa necessidade, que é ampliar a oferta  estudantil e garantir, desde cedo, uma formação condizente às exigências do mercado de trabalho”, disse.

São duas as escolas estaduais que atendem os alunos extremense: Odete Valadares e Alfredo Olivotti. Juntas, suprem uma significativa parcela da população. “Porém é necessário criar mais vagas, mas as duas oferecem somente o 3º ano do ensino médio à noite, o que prejudica os jovens que estão nos 1º e 2º anos”, comentou Juninho. Segundo ele, existe ainda um problema gerado na hora da contratação na empresa. Ele explicou: “Em muitas empresas são exigidos a matrícula escolar e algum outro documento que confirme a frequência nas aulas”.

O presidente da Casa de Leis finalizou reforçando a fundamental importância de se investir na educação do cidadão e na criação de mais oportunidades profissionalizantes para todas as idades: “Somos uma cidade que avança e que oferece ótimas condições de temos de trabalho. Como políticos, temos a obrigação de dar condições para que o extremense consiga projetar melhor qualidade de vida – principalmente nos estudos – que é a base para uma nação mais digna e promissora”. (Fonte: ASCOM / Câmara Municipal de Extrema; Foto: Reprodução/Guia do Estudante 2011; Texto: Léo Demeter / Jornalista – Mtb 13.896 MG)

12239923711188229_486659544816927_6265060941567263776_n