Vereadores propõem a roçada de mato e a colocação de redutores de velocidade na MG-460 (Extrema Toledo)

As estradas do Sul de Minas, principalmente nas proximidades do município de Extrema, apresentam trechos bastante perigosos com curvas acentuadas, além de uma visibilidade precária somada ao intenso tráfego de veículos pesados que cruzam o estado mineiro, na divisa com São Paulo. Os problemas se agravam com a péssima conservação da malha viária e a imprudência de motoristas que abusam da velocidade.

A BR 381 – também chamada Fernão de Dias –, liga o perímetro extremense a outras cidades do interior paulista. Uma dessas estradas, a MG-460 Extrema-Toledo, é margeada por serras altas com ribanceiras e declives acentuadíssimos. Pensando na segurança dos moradores que residem nos bairros rurais localizados ao longo do trecho e dos motoristas que utilizam a via para trabalhar, o presidente da Câmara, vereador Edvaldo de Souza Santos Junior – “Juninho” – e o vice, Luiz Fernando Ferreira – “Mantega” – e o edil Silvio Gomes de Oliveira – “Silvinho” – enviaram ofícios à Coordenadoria Regional do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) de Itajubá/MG solicitando melhorias no trecho. Os três vereadores reivindicam a poda de matos e a colocação de redutores de velocidade em todo o trecho da MG-460 . “Infelizmente são registrados muitos acidentes nesse trecho ocasionados pela alta velocidade. A visão da rodovia também está bastante prejudicada por causa do matagal que cresce desordenadamente”, contaram.

Na segunda-feira (8) os ofícios dos vereadores foram endereçados ao Sr. Sebastião Elias do Oliveira, coordenador do DER. “Esperamos que estas reivindicações sejam rapidamente atendidas porque a comunidade necessita de cuidados e será a maior beneficiada com as melhorias”, finalizaram. (Fonte: ASCOM / Câmara Municipal de Extrema; Texto: Léo Demeter – Jornalista / Mtb 13.896 MG)

1 2 3