Reunião da ‘Escola do Legislativo’ reúne educadores e autoridades políticas do Sul de Minas

O vereador da Câmara de Extrema, Danilo de Morais, organizou encontro para a promoção da ‘Escola do Legislativo’ e ‘Parlamento Jovem Minas’

Foi realizada na terça-feira, 18/11, na Câmara Municipal de Extrema/MG a Reunião de Apresentação do Projeto “Escola do Legislativo” e Parlamento Jovem de Minas que está em processo de implantação para funcionamento em 2015. O encontro foi organizado pelo vereador Danilo de Morais. Participaram da plenária o presidente da Casa de Leis, José Maria do Couto, e os vereadores Carlos Renato de Oliveira, Luiz Fernando Ferreira, João Calixto de Morais, Sidney Dias dos Reis, Edvaldo de Souza Santos Junior, Márcio José Vieira e Juliano Maximino de Toledo.

Madu Macedo, que é diretora da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Pouso Alegre/MG, e Lucas Silvério Medáu Dias, coordenador executivo da Escola do Legislativo e da REGM (Rede de Educação Governamental Mineira), marcaram presença no evento. Madu e Lucas explanaram sobre as premissas que ditam o sucesso da “Escola do Legislativo” e trouxeram exemplos de ações e projetos sociais que deram certo. Professores extremenses e de municípios da região, gestores de escolas municipais, secretárias e supervisoras de ensino da Prefeitura, dirigentes de estabelecimentos particulares de ensino, diretores de escolas estaduais, população e representantes de departamentos e setores ligados à educação ambiental estiveram na reunião.

EDUCAÇÃO POLÍTICA – A “Escola do Legislativo” está sendo criada em Extrema com o objetivo de promover uma nova educação e formação social e política. Madu e Lucas frisaram a importância do processo de educação e aprimoramento contínuo. “Essa ação resgata a valorização da política e insere, no cidadão, uma nova forma participativa de interagir com o desenvolvimento da cidade, em sua totalidade”, disseram. Para Danilo, é fundamental que o extremense seja parte integrante desta ação que forma um novo perfil de educadores políticos. “É preciso opinar e participar – de todas as maneiras – deste processo democrático que é a política. Só assim poderemos ter nas mãos o verdadeiro significado de cidadania. A ideia de se implantar o projeto em Extrema resume-se em educar para participar”, ressaltou o vereador. Para ele, as pessoas precisam conhecer a política municipal e aproximar-se ainda mais da Casa de Leis. “O cidadão tem que opinar e dar as suas sugestões. Torna-se mais que emergencial a interação, o debate, a comunicação”, acrescentou Danilo.

Perguntado sobre a questão da ampliação dos conhecimentos políticos do extremense, Danilo finalizou: “Muitas pessoas não sabem quem assume quando o prefeito e o seu vice viajam. Outros desconhecem o próprio papel do vereador na política municipal. Muitos ainda não sabem o nome do vice-presidente da República. É uma realidade que infelizmente está presente na nossa sociedade. Pretendemos mudar este paradigma, contribuindo para a formação de um cidadão consciente e participativo. A ‘Escola do Legislativo’ vem suprir esta necessidade”. Dulcinéia Costa, vereadora e presidente da Escola do Legislativo de Pouso Alegre, e Hércules de Faria, presidente da mesa diretora de Monte Sião/MG, estavam no encontro. (Fonte: ASCOM / Câmara Municipal de Extrema;Texto: Léo Demeter / Mtb 13.896 MG – jornalista)

20141118_1442451 2  20141118_144405 20141118_144416