Vereadora Telma Maciel visitou a Coordenadoria e o Centro de Referência da Mulher de Atibaia


Na terça-feira (12/2), a primeira secretária da Câmara de Extrema/MG, vereadora Telma Aparecida Maciel, esteve na Coordenadoria e no Centro de Referência da Mulher (CRM) que ficam na cidade de Atibaia/SP. No local são oferecidas ajuda psicológica, assistência social e suporte jurídico para mulheres vítimas de violência. O objetivo da visita foi conhecer de perto o variado leque de serviços ofertados à mulher atibaiense.

Telma, única representante feminina do Legislativo e a presidente da Comissão de Defesa do Direito e Proteção da Mulher de Extrema, disse em entrevista que é fundamental a sua militância na criação e na aplicação de políticas públicas que preveem todas as formas de violência contra a mulher. A vereadora vem recolocando a questão em todas as suas pautas de discussões legislativas, afim de concentrar esforços e parcerias na erradicação das diversas formas de agressão e de hostilidade que acometem as mulheres.

“É importante conhecermos a estrutura e os serviços que são oferecidos em Atibaia e estudar a viabilidade também para Extrema. A iniciativa visa a geração e a implantação de mecanismos sociais com base em ferramentas legais destinadas à reflexão da sociedade, de forma geral, além de oferecer um atendimento digno, ético e com sigilo absoluto. A violência contra a mulher é qualquer ato que possa trazer dano ou sofrimento físico, psicológico, sexual, econômico ou social à elas e pode acontecer dentro de casa ou em qualquer outro lugar como no trabalho ou na rua. Na maioria das vezes o agressor é alguém bastante próximo como o próprio marido, o namorado, o pai, o filho, o irmão ou outro ente. É preciso darmos um basta nessa situação. Portanto chega! Como defensora e lutadora das causas sociais irei trabalhar com o objetivo de reprimir todos os tipos de violência e apresentar uma série de ferramentas e medidas preventivas, protetoras e assistenciais para a mulher, bem como a punição e reeducação dos agressores. Estaremos de mãos dadas na busca pela maior dignidade, travando assim uma intensa luta a favor da proteção e no cumprimento dos diretos das mulheres”, destacou Telma.         

A Coordenadoria e o CRM contam com o apoio da rede municipal e dá total suporte à mulher. Patrícia D’Oliveira, coordenadora técnica do Programa Bem Estar Mulher e da OSC Mater Dei Cam, Silmara Silva Pereira, advogada do programa, Eliana Ugliano, assistente social do projeto, e Georgina Aparecida Pitocco Piniano, coordenadora especial da Mulher, explicaram os fundamentos que embasam a ação.