Vereador Leandro Marinho assumirá a presidência da Câmara na próxima gestão legislativa

Na segunda-feira (10/12) aconteceu a eleição para escolha da mesa diretora da gestão 2019/2020 da Câmara de Extrema/MG. Os onze vereadores foram unânimes em aprovar a nova formação da mesa que comandará os trabalhos legislativos para os próximos dois anos. Quem assumirá a presidência é o vereador Leandro Marinho, ao lado de Dr. Roberto de Cunto, como vice-presidente, da 1ª secretária, Telma Aparecida Maciel, e do 2º secretário, Rafael Silva de Souza Lima – Tita.

“Quero agradecer aos meus companheiros, nobres vereadores, que confiaram novamente o voto. Hoje é um dia muito especial, pois há sete anos a população de Extrema me elegeu como presidente da Câmara Municipal e hoje esse compromisso se repete. Como representante da população reforço o meu acordo moral, ético e político que é trabalhar para o cidadão, afim de reforçar a minha plena atuação como vereador. Meu intuito na Casa de Leis é defender a democracia, os direitos de cada munícipe e o cumprimento das regras que norteiam a boa conduta social”, frisou. Leandro completou: “Reitero o meu apoio ao Executivo que luta com empenho e planejamento para melhorar a qualidade de vida das nossas famílias; reafirmando a minha gratidão a toda Casa de Leis que novamente acredita em meu trabalho, dando-me oportunidade de mais uma vez trabalhar com afinco nos propósitos que elevam o bem coletivo”.

Ainda de acordo com Leandro, os trabalhos legislativos terão força no combate à violência à mulher, na defesa animal, na busca por igualdade e na defesa da orientação sexual, na luta a favor da defesa dos direitos humanos e etc..

Em entrevista, ele enalteceu o trabalho do atual presidente legislativo, vereador Edvaldo de Souza Santos Junior – Juninho da Dello. “A Câmara dos Vereadores sempre pautou a gestão séria e comprometida com o bem estar de cada cidadão porque temos como base a honestidade e a seriedade das ações. Respeitamos a Lei Orgânica e o nosso Regimento Interno, assim fortalecendo os laços entre esta Casa e o cidadão”, finalizou.