NOTA DE ESCLARECIMENTO

A mesa diretora da Câmara de Vereadores de Extrema/MG esclarece que o Projeto de Resolução Nº 102 trata-se de uma alteração na Resolução Nº 198/2019, onde apenas será efetuada a supressão do Curso de Jornalismo, que antes era obrigatório para ingressar no cargo de diretor de comunicação do Legislativo. A proposta é ampliar o campo de atuação com base não somente numa formação específica, ou seja, numa graduação que alcance diversas outras funções e atribuições inerentes aos profissionais de áreas como, por exemplo, Marketing, Publicidade e Propaganda, Ciências Sociais, Administração e muitos outros cursos. Além de formação acadêmica, o profissional poderá atuar no ambiente legislativo promovendo a comunicação a todos os edis, sendo assessorado por profissionais altamente competentes e que já vivenciaram a militância da comunicação também em diversos campos de atuação.
Vale ressaltar que a acusação levantada pelo vereador Pericle Mazzi Filho – Pepi, não condiz com os ditames reais da proposta que é assegurar uma comunicação ampla e efetiva e que atenda todos os anseios da população, sem causar nenhum prejuízo ao erário público.