Instituído e aprovado por unanimidade, projeto de lei de autoria do presidente Leandro Marinho em comemoração a comunidade LGBT+ de Extrema

Reprodução da Internet

No intuito de respeitar e valorizar as diferenças em todas as suas formas de manifestação no dia a dia da sociedade, o presidente da Câmara Leandro Marinho apresentou o Projeto de Lei nº 2833, processo nº 126/19, que: “Dispõe sobre a Criação do Dia da Diversidade Cultural e Sexual a ser comemorado no dia 25 de fevereiro de cada ano”, e que foi aprovado por unanimidade na última Reunião Ordinária da Casa de Leis.

A partir do ano que vem, todo dia 25 de fevereiro a data será comemorada em homenagem a classe LGBT+ e simpatizantes do município como forma de mostrar que todos devem ser valorizados, inseridos no convívio da sociedade e respeitados por suas escolhas sexuais.

“Infelizmente a homofobia é uma situação real no mundo, e eu acredito que todas as formas de manifestação cultural e sexual devem ser respeitadas, pois todos nós temos os mesmos direitos de deveres. A criação desta data é uma forma de homenagear o público LGBT+ de nossa cidade, que precisa se sentir respeitado e acolhido por todos nós como os cidadãos de bem que são”, diz o presidente do legislativo.

O que motivou Leandro para instituir o projeto, é como pai, cidadão e vereador acreditar que ações educacionais devem ser sempre inseridas nas escolas e na comunidade como num todo, para educar e conscientizar cada vez mais cedo as crianças, sabendo lidar e respeitar as diferenças.

“O legislativo zela pelo bem estar e direitos e toda a sociedade e a comunidade LGBT+ de Extrema não poderia ficar de fora. Precisamos estar antenados para as diferenças e aprender a lidar com elas desde cedo, educando nossos filhos para respeitar a escolha do próximo, e amando e apoiando nossos familiares e amigos que fazem parte da mesma, com muito amor, carinho, e admiração. Todos somos cidadãos de bem e exercemos um importante papel na sociedade, afirma o vereador Leandro Marinho.

A data é mais uma importante conquista para o município e os cidadãos de uma forma geral, já que dá um passo a frente para conscientizar e comemorar importantes batalhas que a classe LGBT+ trava diariamente para quebrar tabus e preconceitos para viver dignamente e ser respeitada.