Instalação de bloqueadores de ar nas tubulações é sugerida em projeto do vereador ‘Walderrama’

Foi aprovado na Câmara dos Vereadores de Extrema o Projeto de Lei Nº 2.865, de autoria do vereador Sidney Soares de Carvalho, o Walderrama, que trata da instalação de bloqueadores de ar nas tubulações do sistema de água nas residências do município.

A determinação apresentada pelo parlamentar cita que o prestador de serviço público – a Companhia de Saneamento e Abastecimento (COPASA) – instalará por solicitação do usuário o equipamento eliminador de ar que antecede o hidrômetro do imóvel. “É uma ação que visa garantir a defesa do consumidor nas relações de consumo, em especial na contratação dos serviços de abastecimento de água potável e rede de esgoto. A instalação do equipamento vai impedir que o consumidor pague por algo que não consumiu na tubulação da sua própria casa. A colocação deste aparato é de grande importância, pois quando falta água na rede de abastecimento o ar circula pelo relógio e acaba contando na fatura de água”, explicou Walderrama.

Ainda de acordo com o vereador, a população vem sofrendo com inúmeros problemas ocasionados pela estatal, como é o caso da constante falta de água – por exemplo – e pelos altos valores nas faturas gerados pela pressão de ar nas tubulações. “O que se não pode aceitar é que o consumidor pague por este ar como se fosse água. É inadmissível!”, pontuou.

Walderrama lembrou que a ideia surgiu das constantes reclamações dos consumidores e após pesquisas sobre o assunto. “Inclusive se aprovados, os novos hidrômetros deverão ser instalados já com o eliminador de ar, sem qualquer ônus financeiro ao usuário”, finalizou Walderrama.