INAUGURADA A CEIM PROFESSORA EUNICE SOARES SANTANA NA VILA ESPERANÇA

Creche irá beneficiar mais 450 crianças extremenses

O presidente da Câmara de Extrema, vereador Leandro Marinho, foi criador do Projeto de Lei Nº 2.273, sancionado pelo Executivo, que deu nome ao prédio público onde funcionará o Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) da Vila Esperança. A creche foi inaugurada na sexta-feira (20/12) e irá beneficiar 450 crianças.
“O prédio, construído em modelo sustentável com geração de energia através de painéis fotovoltaicos, oferece captação de água da chuva para reuso entre outras inovações. O investimento é de R$ 5,3 milhões. É mais um presente de Natal para as famílias da Vila Esperança”, contou Leandro Marinho.

MAIS EDUCAÇÃO PARA OS PEQUENOS
A obra possui 2.444,40 m² de construção com 14 salas destinadas a berçário, maternal, minimaternal e pré-escola, além de áreas de recreação como playground, sala multiuso e quadra coberta, atendendo crianças de 4 meses a 5 anos. O CEIM está localizado na Rua Mônaco, nº 708, no Loteamento Villa Garden.

PROFESSORA EUNICE SOARES SANTANA É HOMENAGEADA
Uma grande homenagem foi feita pelo presidente da Câmara de Extrema, vereador Leandro Marinho, à saudosa professora Eunice Soares Santana. Dona Eunice era uma professora muito querida. Lecionou em diversas escolas do município sempre ensinando matemática, física e ciencias biológicas. Deu aula para milhares de alunos nas Escolas Estaduais Alfredo Olivotti e Odete Valadares, além das Municipais João Orsi de Morais e João Batista. “Ela passou pela vida dos alunos deixando um legado de muito carinho, de compromisso com a verdade, de respeito social e dedicação à família. Dona Eunice tinha como fundamentos de vida o amor ao próximo, a alegria nas coisas simples da vida e Deus como fonte maior de evolução”, comentou Leandro Marinho.
Eunice nasceu na cidade litorânea de Santos/SP. Era filha de José Girgílio Soares e Dona Glodomira Magalhães Soares e mudou-se para Extrema ainda muito pequena. Era religiosa, dedicada com os afazeres do lar e sempre ajudou os pais nos afazeres domésticos, amorosa. Foi uma filha exemplar. Tinha como índole ajudar o próximo e era reconhecida por toda da comunidade como uma mulher de respeito. Foi casada com Sr. Claudio Santana e do matrimônio nasceram quatro filhos: Cláudio, Edgar, Nilton e Giumar. Sempre foi uma mãe protetora, muito cuidadosa e dedicou a sua vida para a criação dos filhos e netos.
“Para ela, ser professora era compartilhar conhecimento, propagar informação e fazer o outro crescer, mostrar caminhos, dar as mãos, e para isso tudo é necessário criar vínculos, se aproximar e compreender o outro, o que exige amor!”, acrescentou Leandro Marinho. Para o presidente da Câmara, o Executivo foi peça fundamental para que a homenagem acontecesse. “O prefeito, João Batista da Silva, se comoveu com essa bonita história de uma das professoras mais importantes do ensino municipal. Lembrar e eternizar pessoas que contribuíram para a construção de uma comunidade mais forte e de referência é uma obrigação do poder público. A Câmara dos Vereadores e a Prefeitura caminham juntas sempre olhando pelo cidadão, principalmente lembrando daqueles que merecem estar nas páginas escritas pelo crescimento municipal”, finalizou Leandro Marinho.

(FONTE: ASCOM/Câmara de Extrema. Por Léo Demeter – Jornalista Mtb 13.986 MG)