DOADORES DE SANGUE E DE MEDULA ESTARÃO ISENTOS DE TAXA EM CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS NO MUNICÍPIO

Lei sancionada pela Prefeitura de Extrema é de autoria do vereador Leandro Marinho

Foi sancionada no último 23 de maio a Lei nº 3.973, estabelecendo isenção de pagamento de taxas de inscrição em concursos públicos realizados no município de Extrema. O benefício é para pessoas que são doadores de sangue e também de medula óssea.
O projeto de lei é de autoria do vereador Leandro Marinho, presidente do legislativo extremense, e busca, principalmente, incentivar o aumento no número de doadores. “Há também o aspecto da própria ajuda financeira em si, porque a isenção de taxa de inscrição nesses concursos pode ajudar bastante as pessoas, principalmente aqueles que estão procurando um emprego ao se inscreverem em um concurso”, explicou Leandro.
Para se ter ideia da proporção do benefício, o último concurso público realizado em Extrema teve taxas de inscrição com preços variando entre 60 e 300 reais. “Temos que incentivar de todas as formas possíveis a doação de sangue e de medula, porque são ações que salvam vidas, nos tornam mais humanos”, finalizou o vereador.
Para obter a isenção nas taxas, os doadores terão que comprovar terem feito, pelo menos, três doações num período de doze meses.