Casa do Cidadão da Câmara de Extrema irá oferecer agendamento para o cadastramento biométrico

Por Léo Demeter
Jornalista – Mtb 13.896 MG
ASCOM – Câmara de Extrema

 

Mais um serviço passa a ser oferecido na Casa do Cidadão da Câmara dos Vereadores de Extrema/MG: o agendamento para o cadastro biométrico. A ideia é levar mais esse serviço à comunidade, afim de dar suporte ao trabalho que é feito somente  no Cartório Eleitoral do município.

Edvaldo de Souza Santos Junior – Juninho da Dello – presidente do Legislativo, disse que a iniciativa visa dar mais comodidade e conforto ao cidadão, além de desafogar o serviço que teve crescente demanda nos últimos anos.

“A Câmara dos Vereadores pretende alcançar o objetivo de ajudar no cadastro dos eleitores e para que as pessoas possam votar por meio de urnas biométricas. Com a biometria, o eleitor é identificado em sua seção eleitoral por meio das digitais, o que elimina a possibilidade de fraudes, além de agilizar a votação e o tempo de espera nas filas”, destacou Juninho da Dello.

Letícia Bueno de Toledo, chefe substituta do Cartório de Extrema, disse que a iniciativa da Câmara dos Vereadores é bastante válida e necessária. “A demanda cresceu significativamente nos últimos anos e com isso ganhamos mais uma aliada nesse processo democrático”, enfatizou. Em entrevista, a juíza da Comarca de Extrema, Dra. Maria Fernanda Manfrinato Braga, relatou que nos últimos meses circulou em aplicativos (como o Whatsapp) uma mensagem informando que todos os eleitores deveriam fazer o recadastramento, sob pena de pagamento uma multa. Ela explicou: “Por causa desse boato, vários eleitores têm procurado o Cartório para tirar suas dúvidas sobre o assunto. Esclareço ainda que apenas nos municípios mineiros de Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia é obrigatório o comparecimento dos eleitores até o dia 9 de fevereiro de 2018. Assim sendo, embora o nosso Cartório esteja realizando o recadastramento biométrico das cidade de Extrema, Munhoz e Toledo, ele ainda não é obrigatório e a expectativa é que apenas nas Eleições de 2020 o cadastro esteja concretizado nesta Zona Eleitoral. A biometria acontece na medida em que o eleitor procurar algum serviço da Justiça Eleitoral. O atendimento é feito exclusivamente por agendamento, pelo telefone 148 ou no site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e, com a iniciativa da Casa do Cidadão da Câmara Municipal, contaremos com mais uma aliada nesse importante processo democrático”, disse Dra. Maria Fernanda.

AGENDAMENTO NA CASA DO CIDADÃO

Quem ainda não fez o cadastro basta apenas levar à Casa do Cidadão os documentos originais (RG e CPF) e um comprovante de residência com o nome. “Caso a pessoa não tenha esse documento com o seu nome, pode levar o contrato de locação da residência registrado em cartório – isso facilitará o processo. Faturas de cartão de crédito, boletos e outros documentos nominais também servem. Ao ser atendido, o munícipe recebe um protocolo com data e horários agendados. Dai é só comparecer no cartório e efetivar a sua regularização eleitoral. O eleitor é atendido por ordem de chegada, sem a necessidade de agendar – tudo para facilitar a vida das pessoas e trazer mais conforto. Cabe lembrar que, especialmente no caso dos homens que farão pela primeira vez o cadastro e o título de eleitor, pode-se apresentar o Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI), mais conhecido como Reservista”, explicou Dra. Patrícia Messiano Stopa, diretora do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) da Casa do Cidadão.

O cadastramento biométrico teve início em Extrema em 6 de março deste ano. Vai chegar um período em que o processo será obrigatório e quem não realizar o cadastramento terá o título de eleitor cancelado. Outras informações podem ser obtidas na Casa do Cidadão pelo telefone (35) 3435-2052.