Câmara aprova a criação da Comissão Especial de Defesa do Direito da Mulher

A promoção de estudos e o acompanhamento de políticas públicas voltadas à valorização da mulher foram os principais princípios defendidos pelos vereadores da Câmara de Extrema/MG durante a criação da Comissão Especial de Defesa do Direito da Mulher. Aprovado por unanimidade pelos onze vereadores, o projeto reforça a garantia da igualdade dos valores feministas e trava uma luta contra a descriminalização, à violência e o aumento da representação da mulher na sociedade.

“A constituição da Comissão Especial em Defesa do Direito da Mulher certamente será um marco na história do Legislativo e também de toda a comunidade extremense. Será uma fundamental ferramenta de transformação cidadã capaz de propiciar mecanismos mais adequados e necessários para a formulação de políticas públicas efetivas que garantem, de fato, a igualdade entre homens e mulheres na sociedade”, frisou o presidente da Câmara, vereador Edvaldo de Souza Santos Junior – Juninho.

“Agradeço ao presidente da Casa de Leis, vereador Juninho, pela acolhida da indicação e do projeto – e também aos demais edis – pela aprovação da Comissão Especial. Estendo os meus parabéns ao vice-presidente, Luiz Fernando Ferreira – Mantega, que criou o projeto ‘Prêmio Mulher Destaque’”, comentou Telma Aparecida Maciel Lopes, única representante feminina na bancada legislativa de Extrema.

Os vereadores que utilizaram a tribuna no Expediente foram René Cursino, Leandro Marinho, Dr. Roberto de Cunto e Mantega. Já na Ordem do Dia, quem utilizou a tribuna foram João Calixto de Morais, Telma Lopes, René Cursino, Danilo de Morais e Mantega. Após o pronunciamento dos vereadores, os cidadãos homenageados com as moções de congratulações e aplausos agradeceram o Legislativo pelo reconhecimento do trabalho que vem sendo realizado em prol ao município de Extrema.

A primeira-dama de Extrema, Sra. Terezinha Monteiro, e a esposa do vice-prefeito, Dra. Karina Cristina Puggesi Rubin, também usaram a tribuna e falaram sobre a importância da criação do Conselho de Defesa do Direito da Mulher para o município de Extrema. O presidente da Casa de Leis, vereador Juninho da Dello, falou sobre o resultado final da Ordem do Dia e em seguida encerrou a reunião. Foram aprovadas por unanimidade 30 indicações, quatro moções, o Projeto de Resolução Nº 83 e o Projeto de Lei Nº 2.559 – que concede apoio financeiro à cidadã.

Está marcada para 19h30 da segunda-feira, 4/12, a 31ª Sessão Ordinária. A reunião será transmitida ao vivo pela TV Câmara. Participe, cidadão! Fique por dentro do cenário político do nosso município acessando o site do Legislativo que é www.camaraextrema.mg.gov.br Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (35) 3435-2623 ou pelo e-mail imprensa@camaraextrema.mg.gov.br